5 erros que você pode estar cometendo na sua adega

Nós sabemos como é difícil administrar um negócio. Mesmo com tanta informação disponível hoje em dia, ainda assim muita coisa pode passar despercebida para a maioria dos empreendedores.

Pensando nisso, colocamos aqui alguns erros que podem ser cometidos por quem abriu sua adega recentemente (ou nem tanto) para que você não os reproduza. Esperamos te ajudar nessa jornada!

Máquina de cartão

A escolha da maquininha de cartão vai influenciar diretamente na sua margem de lucro, então é importante você fazer cotação com o maior número de fornecedores possíveis. 

Além disso, um detalhe importante é você escolher por alugar a maquininha, e não por comprá-la, pois isso vai te dar mais poder de negociação futuramente. Nunca deixe de negociar o valor de aluguel (que pode até ser isento) e as taxas de transação.

Equipamentos usados

É normal que no início da sua adega você tenha menos recursos e queira economizar em algumas coisas. Principalmente nos freezers e geladeiras, que vão representar boa parte dos gastos iniciais. Mas fique atento, pois uma economia aqui pode gerar bastante dor de cabeça. Faça questão de testar os equipamentos antes, e se possível, peça uma garantia.

Se houver algum capital sobrando, dê preferência por comprar equipamentos novos, para ter uma garantia maior, senão, pegue refrigeradores reformados, que podem oferecer ainda uma garantia de alguns meses.

Produtos de ticket alto

Ter produtos diferenciados nas prateleiras pode chamar a atenção e gerar um marketing positivo pro seu estabelecimento, mas talvez você ainda não tenha o público certo para comprar esse produto.

Se o produto acaba ficando parado no seu estoque, significa que uma parte do dinheiro está impedido de ser investido em partes do seu negócio que geram mais retorno, como renovação do estoque e ações de marketing. Por isso, evite dar esse passo logo no início da sua adega, espere formar uma clientela fiel e depois pesquise se há demanda por esses produtos.

Dinheiro da empresa x Dinheiro pessoal

Talvez você cometa esse erro mesmo não sendo um empreendedor iniciante: você não controla quanto dinheiro retira do caixa da empresa, apenas gastando quando sente necessidade, e quando chega ao final do mês, acha estranho que tenha restado tão pouco dinheiro mesmo que as vendas tenham ido tão bem. Isto é um erro clássico de gestão.

No início do seu negócio, defina um “salário” para retirar todo mês, apenas o suficiente para você poder se sustentar, e todo o resto reinvista na sua adega. Com o tempo, de acordo com o quanto sua adega for crescendo, você pode ir aumentando esse valor que você retira, mas que seja sempre um valor fixo pré-definido, para que você não perca o controle.

Cuidado com parcerias

É natural que alguns artistas te procurem (ou até você procure-os) para realizar troca de produtos por divulgação em algum evento (permuta). Essa é uma atividade comum e que pode ser muito benéfica para o seu negócio, mas fique atento, você deve combinar bem as condições da divulgação para que ela realmente seja vantajosa.

O artista pode ter um perfil com muitos seguidores e bem engajado, mas se no momento da divulgação ele divulgar outros produtos e empresas junto, é bem provável que a sua divulgação fique perdida em meio às outras, e você não tenha o resultado esperado. Por isso, combine as condições.

Os erros fazem parte do processo

Diz aí, você cometia algum desses erros? Empreender é uma atividade desafiadora, e, até uma adega, que muitos consideram um negócio simples, possui seus desafios.

Estes foram apenas alguns erros que os donos de adega iniciantes (ou nem tanto) costumam cometer, provavelmente você descobrirá muitos outros.

Para ter ainda mais dicas de como gerenciar e divulgar a sua adega, acompanhe sempre o nosso blog e confira como podemos te ajudar com a Sua Adega Online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?